Terra ao vivo vista do espaço. Acompanhe o link ao vivo da Estação Espacial Internacional (ISS).

A Terra vista do espaço ao vivo, 24hs por dia; companhe o link ao vivo da Estação Espacial Internacional (ISS).
Broadcast live streaming video on Ustream

Condições atmosfericas em tempo real

Inscrições abertas

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Spitzer captura estrela criando cristais de cometas


Spitzer captura estrela criando cristais de cometas
A observação da estrela EX Lupi, que chega a ficar 100 vezes mais brilhante durante suas explosões, deu aos cientistas informações sobre a geração de materiais que só se formam em temperaturas muito elevadas, mas que são encontradas nos gelados cometas.[Imagem: NASA/JPL-Caltech]

Cristais de silicato
O Telescópio Espacial Spitzer pode ter encontrado a resposta para uma das mais intrigantes questões que vinha desafiando os astrônomos há décadas: como é que cristais de silicatos, que exigem temperaturas altíssimas para se formarem, vão parar nos cometas, corpos literalmente congelados, nascidos nas frias bordas dos sistemas planetários?
Esses cristais podem ter surgido como partículas de silicato não-cristalizadas, compondo a mistura de gás e poeira da qual se formam as estrelas e os planetas. Esses silicatos originais podem ter se transformado em cristais por gigantescas erupções que ocorrem na superfície das estrelas.
Assistindo a formação de cristais
Os astrônomos detectaram a assinatura infravermelha dos cristais de silicatos no disco de poeira e gás ao redor da estrela EX Lupi durante uma de suas frequentes tempestades. Os cristais não estavam presentes na observação anterior que o Telescópio Spitzer fez da mesma estrela, durante um de seus períodos de calmaria.
"Nós acreditamos ter observado pela primeira vez o processo de formação de cristais em andamento," diz o pesquisador Attila Juhasz, do Instituto Max Planck, na Alemanha. "Nós acreditamos que esses cristais foram formados pelo recozimento termal de pequenas partículas na superfície do disco interno da estrela pelo calor da erupção. Este é um cenário completamente novo para a formação desse material."
Recozimento espacial
Recozimento (annealing) é um processo no qual o material é aquecido até uma certa temperatura, quando suas ligações químicas se quebram e se refazem, alterando a estrutura  física do material. Esta é uma técnica utilizada há séculos na metalurgia terrestre, mas parece também ser uma das formas pelas quais uma poeira de silicato pode se transformar na sua forma cristalina no espaço.
A estrela EX Lupi foi observada pelo espectrógrafo de infravermelho do Spitzer em Abril de 2008. Embora ela estivesse começando a diminuir de brilho depois de uma grande explosão, ocorrida em Janeiro daquele ano, ele ainda estava 30 vezes mais brilhante do que quando está em "repouso." Durante as erupções, a estrela chega a ficar 100 vezes mais brilhante.
Bibliografia:

Episodic formation of cometary material in the outburst of a young Sun-like star
Attila Juhasz et al.
Nature
May 2009
Vol.: 459, 224-226
DOI: 10.1038/nature08004

Fonte:SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Spitzer captura estrela criando cristais de cometas. 18/05/2009. Online. Disponível em www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=spitzer-captura-estrela-criando-cristais-de-cometas. Capturado em 09/01/2014. 
Postar um comentário

*

*
Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

*

*

Postagens populares da semana - Veja no rodapé do blog o índice completo de postagens

.

Marcadores - Índice de postagens por ordem alfabética